Avião ou trem: quando devo usar um ou outro

Essa é uma dúvida que paira sobre a maioria dos viajantes. Você tá pensando em fazer uma viagem para duas ou mais cidades e bate aquela incerteza: que meio de transporte devo usar pra me deslocar entre elas? Trem ou avião? Pois é, amigo(a) viajante… Caso você esteja nessa situação, confira a lista que fizemos para te dar uma luz sobre a questão.

Quando devo usar trem

  • Por mais óbvio que seja: quando há serviços de trem para passageiros no país para onde você vai viajar (muitos países, sobretudo nas Américas do Sul e Central, África e partes da Ásia, não te oferecem essa opção)
  • Quando você quiser apreciar a paisagem enquanto se locomove
  • Caso a diferença entre o tempo de deslocamento de trem e avião seja de até 4h (por exemplo: de trem você levaria 6h para percorrer determinado trajeto, enquanto de avião levaria 2h). Isso se deve ao fato de que a burocracia para pegar um avião é, em geral, beeeem maior. Nas viagens de trem você pode chegar à estação ferroviária minutos antes do embarque (com raras exceções, como no Eurostar Londres-Paris, em que você passa por um esquema de segurança). Já aeroportos… Sabe como é, né? Embarque internacional? Chega 3 horas antes. Faz check-in. Despacha mala. Aguarda embarque. Chegou no seu destino? Espera sua mala na esteira (eu sei, parece que ela nunca vai chegar – e às vezes não chega mesmo). Pega táxi/ônibus/trem/metrô (porque, na maioria das vezes, os aeroportos são distantes do centro da cidade, diferentemente das estações de trem).
  • Os trens, salvo raras exceções, são bem mais confortáveis que os aviões. Há mais espaço para as pernas. Você pode se locomover pelos vagões livremente. Você pode comer na hora que quiser. Você pode deixar a sua mala perto de você, com a segurança de que a companhia não vai desviá-la para o outro lado do mundo ou então esquecê-la no lugar de onde você partiu. E (pra mim, pelo menos) a ótima sensação de estar em terra firme. Ah, até parece que ninguém nunca pensou durante um voo: e se der uma pane no avião, um trombolho com asas a 10km do chão!!!
  • Por último, e não menos óbvio: caso você tenha medo de avião (sim, aquele trombolho com asas).

Quando devo usar avião

  • Quando não houver outros serviços conectando as cidades. É… obviamente isso vale quando tem um oceano dividindo seu local de partida e de chegada (Brasil-Europa, por exemplo)
  • Caso o tempo de viagem seja bem menor, comparativamente ao trem. Por bem menor quero dizer mais do que 4h de diferença. Isso porque, dependendo do trajeto, o tempo pode ser duplicado ou até triplicado pela burocracia de aeroporto [pense que, para ir de Floripa a São Paulo leva cerca de 50 minutos. Mas você sai 2h antes de casa, no mínimo. Quando chegar em São Paulo, você vai ter de esperar pela sua mala (eu não disse que demorava?) e ainda se locomover para o “centro” da cidade (a não ser que você desça em Congonhas). Tá vendo? A viagem que em tese demoraria 50 minutos leva mais de 3h. Isso se não houver atrasos.]
  • Caso você não se importe em ficar em lugares apertados ou em comer bem mais ou menos (quando comer).
  • Caso você tenha medo de viajar de trem (não sei se isso existe, mas em todo caso…)

E aí? Já fez a sua escolha? Então… eu, particularmente, prefiro muuuuito mais trem. Se eu puder trocar as nuvens pela terra, eu faço. Muito devido aos motivos que eu citei acima: odeio burocracia de aeroporto (despacha mala, esquema de segurança – tira cinto, tira sapato, tira celular, tira tênis, tira calça, tira camisa, tira tudo -, aguarda embarque, procedimento de embarque, espera mala chegar na esteira – acho que já deixei bem claro o que penso disso – e ainda se locomove por mais um tempão), os assentos não são nem um pouco confortáveis (cara, o joelho quase bate no queixo), a comida geralmente é ruim, e ainda tem a tensão por estar a 30.000 pés (pelo menos eu tenho).

Claro que alguns trajetos de avião são inevitáveis. O Brasil é muito grande territorialmente, e qualquer “deslocamentozinho” pros nosso países vizinhos ou até pra outra região do país levam muito tempo. Mas não é por isso que você deve pensar: ahhh, essas cidades são muito distantes uma da outra, acho que vou pegar um avião. Infelizmente digo isso por experiência própria. Na última viagem que fizemos, à Europa, decidimos pegar um avião de Veneza a Munique, achando que seria melhor. Ledo engano, amigos(as) viajantes. Resumindo: chegamos de manhã cedo ao aeroporto de Veneza, nosso voo foi cancelado por um problema técnico do aeroporto e tivemos de pegar uma conexão Veneza-Frankfurt-Munique, isso já tarde da noite. Chegamos em Munique às 22h e ao apartamento onde ficaríamos, à 1h da madrugada. Eu sei… esse tipo de coisa pode acontecer. Mas, de trem, teríamos levado 9h e pelo menos poderíamos ter apreciado as paisagens no caminho. Fica a lição! Apesar de tudo, nessa viagem fizemos 10 dos 12 deslocamentos interurbanos de trem (por 9 países!).

Gostou? Quer nos contar sua experiência de viagem? Deixe um comentário!