Roteiro de 3 dias em Praga

Praga, a capital da República Tcheca, foi definitivamente a revelação de nossa última viagem à Europa. A cidade é encantadora. Além de ser visualmente muito bonita (a vista da Ponte Carlos para o Rio Vltava e o Castelo em dia de sol é impressionante!), os preços são amigáveis em comparação aos da Europa Central. Há uma variedade enorme de restaurantes, sendo que não é difícil encontrar um bom no meio do seu passeio. Grande parte das pessoas fala inglês, visto que Praga já está na mira de muitos que viajam ao Velho Continente. Passamos 3 dias e meio na cidade e podemos te dizer: não perca essa joia chamada Praga! Confere o nosso roteiro por lá:

DIA 1

Catedral de São Vito, no complexo do Castelo de Praga
  • Comece o dia visitando o Castelo de Praga, a principal atração da cidade. Chegue cedo para evitar muitas filas (as atrações do castelo abrem somente às 9h. No inverno fecham às 16h, mas no verão fecham às 17h). Há 3 tipos de ingresso (A, B e C), mas recomendamos que você compre o A (custa 350 coroas tchecas, uns €13,50). O Circuito B custa CZK250 (€9,50) mas não compreende o Palácio Rosenberg, a Torre de Pólvora e a exibição “A História do Castelo de Praga”. Já o circuito C compreende apenas exibições (portanto, é apenas um circuito complementar ao A ou B. Em nossa opinião, não vale a pena). O ingresso para qualquer um dos circuitos é valido por 2 dias. Reserve a manhã e a tarde para a visita ao complexo, já que a impressionante Catedral de São Vito e a charmosa Basílica de São Jorge merecem uma visita atenta. Não há desconto estudantil. Informações sobre deslocamento no site do Castelo de Praga.

DICA: Não se esqueça de assistir à troca da guarda do Castelo de Praga, que acontece diariamente às 12h, na praça por onde você entra no Castelo.

– Se você sair mais cedo do Castelo de Praga (que foi o nosso caso, pois estava MUITO frio lá dentro), não deixe de visitar a Biblioteca do Mosteiro de Strahov, dita como uma das mais bonitas do mundo. Há tours guiados diariamente, das 9h às 12h e das 13h às 17h (mais informações no site).

– Outra opção para o caso de você sair mais cedo é subir a Torre de Petry (a qual dizem ser parecida com a Torre Eiffel, mas calma… ela é beeem mais modesta haha), onde você tem uma linda vista de Praga.

– No fim do dia, não deixe de passar pela famosa Ponte Carlos, construída em 1357 e que contém 30 estátuas individuais, das quais a mais conhecida é a de S. João Nepomuceno (você vai saber qual é, todo mundo tira foto dela!).

DIA 2

Praça da Cidade Velha
  • Tire a manhã para conhecer o bairro Josefov (ou Bairro Judeu). Compre o ingresso conjunto das sinagogas, chamado de “Prague Jewish Town” (válido para a Maiselova, Pinkasova, Klausova, Staronova e Espanhola). Esse ingresso custa CZK500 (cerca de €20), pode ser comprado em qualquer uma das sinagogas e é válido por 7 dias. Mais informações no site do Jewish Museum. Há desconto estudantil.
  • Para almoçar, recomendamos o “Restaurace Kolonial”, que possui tema de bicicleta e ótimas opções no menu por um preço acessível (para quem gosta, recomendo o Tartare de entrada. Custa cerca de €7). O Kolonial fica quase em frente à Sinagoga Pinkasova. Há outras recomendações de restaurante no fim do post.
  • Siga para o complexo Klementinum, onde há tours guiados pela Torre Astronômica (vista linda do centro histórico), pela Biblioteca Barroca (também uma das mais bonitas do mundo, repleta de afrescos e globos antigos) e pelo Hall Meridiano. Devido a uma disputa legal, pode ser que esses tours não estejam disponíveis quando você estiver em Praga, portanto dê uma olhadinha no site. Os tours são diários, a cada 30 minutos, começando às 10h. Além disso, custam CZK220 (€9) e duram cerca de 45 minutos. Há desconto estudantil.
  • Depois, visite a praça da Cidade Velha, onde há o famoso Relógio Astronômico (toca a cada hora cheia, com uma pequena apresentação), a Igreja de Nossa Senhora Diante de Tyn e a Igreja de São Nicolas.
  • Siga por trás da Igreja de Nossa Senhora Diante de Tyn até a Torre de Pólvora, antiga entrada da Cidade Velha.
  • Termine seu dia com um concerto na Municipal House (Obecní dům)

DIA 3

Praça Venceslau

Nesse dia fizemos uma visita ao Zoo de Praga (o melhor da Europa, na nossa opinião), que é muuuito grande. Não precisa estar com crianças para se divertir lá! Mais informações no site do Zoo Praha.

Caso você prefira fazer outra coisa, deixamos uma sugestão:

  • Comece com uma visita à Praça Venceslau, palco da Primavera de Praga (1968) e da Revolução de Veludo (1989). Infelizmente, a construção imponente ao fim da avenida, que abriga o principal prédio do Museu Nacional de Praga, está fechada. Mas há um anexo ao lado, onde ocorrem exposições temporárias (não recomendamos, a não ser que tenha alguma que você goste).
  • Há algumas opções de museu na região, como o Museu do Comunismo (chegamos na porta e resolvemos não entrar, pois não parecia ser muito bom), Museu do Lego, Museu Alfons Mucha (famoso pintor e ilustrador).
  • Caso você prefira seguir sem visitar esses museus, vá até à beira do Rio Vltava (ou Moldava) e visite a Dancing House (literalmente uma construção “dançante”)
  • Depois, continue pela beira do rio até a casa de concertos Rudolfinum (também recomendamos que assista a um deles lá! O local é maravilhoso), onde você pode fazer o passeio de barco. É sensacional, sobretudo em um dia de sol. Não perca!

Quisemos apresentá-lo um roteiro bem flexível, amigo(a) viajante. Recomendamos fortemente todos os lugares que apontamos acima, mas caso você queira mudar a ordem do passeio, não há o menor problema!

COMIDA (em Praga isso não é problema. Foi a melhor cidade nesse quesito das 13 que visitamos na Europa)

  • Divinis (próximo à praça da Cidade Velha, um dos melhores restaurantes de nossa viagem a 9 países europeus. Comida refinada a preço super acessível: 1 entrada + 2 ‘primi piatti’ + 1 ‘secondo piatto’ + 1 sobremesa = €64)
  • Restaurace Kolonial (no Josefov, tem tema de bicicleta e comida muito boa)
  • au GOURMAND (próximo à praça da Cidade Velha. Ótimo café da manhã/tarde)
  • Food Story (uma mistura de supermercado, restaurante e café. Quase ao lado do ‘au GOURMAND’)
  • Krusta (vende um doce tradicional em Praga, o Trdelnik. Fica no caminho da praça da Cidade Velha para a Ponte Carlos, na rua Karlova)

DICA: Não deixe de experimentar o “Snazny syr”, um queijo à milanesa tradicional em Praga.

COMO E ONDE TROCAR DINHEIRO

Esse é um ponto importante. Como a maioria das pessoas visitam Praga a partir de países que têm o Euro como moeda oficial, é preciso trocá-los por coroas tchecas (CZK). Não é nem um pouco difícil achar casas de câmbio na cidade, há centenas! Seguem algumas dicas para fazer uma troca segura e não estragar o seu passeio:

  • CUIDADO: NUNCA troque dinheiro na rua. Há diversas pessoas que dizem oferecer melhores taxas. Entretanto, o que elas fazem é te dar uma moeda que não é valida na República Tcheca (geralmente rublo bielorrusso), que não vale NADA!
  • Troque seu dinheiro sempre em casas de câmbio.
  • A taxa ideal é, pelo menos, 1€ = CZK26,5 (ou seja, para cada 1 euro que você dá, deve receber 26,50 coroas tchecas). Essa foi uma dica que um morador local nos deu!

Recomendamos a eXchange, que fica próximo à praça da Cidade Velha, na rua Kaprova. Trocamos dinheiro lá 3 vezes. Eles te dão cupom fiscal, são honestos e não tem burocracia!

E aí? Curtiu? Partiu Praga?

Comentários

  1. Anna

    Olá! Adorei o relato de vocês, fiquei ainda mais apaixonada por Praga!
    Uma dúvida, vocês ficaram em hostel, airbnb?

    Obrigada

    1. Post
      Author
      filosofiadeviajante

      Olá Anna! Praga é maravilhosa! Ficamos em airbnb. Se quiser me diz seu e-mail que mostro qual apartamento escolhi. Ótima localização, recomendo!

      1. Anna

        Oie! Eu imagino que Praga seja maravilhosa, a cada foto e relato me apaixono mais ainda rsrs
        Ai que bom, quero sim, meu email é annasilva061@gmail.com
        Quero fazer uma trip pro Leste Europeu (Budapeste, Praga, Viena, Cesky Krumlov, Bratislava e quem saibe mais umas outras, mas, estou com medo desse roteiro, medo de não conseguir me deslocar de um lugar ao outro rsrsrs
        Muito obrigada!

        1. Post
          Author
    2. Post
      Author

Gostou? Quer nos contar sua experiência de viagem? Deixe um comentário!