Canadá: saiba como adquirir o visto eletrônico e as regras para sua utilização

Nesse ano, uma das notícias que mais bombaram no mundo dos viajantes e blogueiros de viagem foi a tal da liberação de visto para visitar o Canadá. Desde 1º de maio de 2017, alguns brasileiros são elegíveis a solicitar um eTA para viajar ao país norte-americano. Tudo foi tão propagandeado que teve até umas manchetes meio duvidosas por aí.

Vamos lá. Afinal, o que é o eTA? A Autorização Eletrônica de Viagem (na sigla em inglês, eTA) é uma nova forma de visto, menos burocrática, mais simplificada e mais barata.

Mas calma lá… Para fazer a Autorização Eletrônica de Viagem há regras e pré-requisitos a serem cumpridos: NÃO são, portanto, todos os brasileiros que estão livres para visitar o Canadá somente com o eTA.

Eu e o Henrique, por exemplo, pensamos em ir dos Estados Unidos (onde vai começar nossa viagem, em janeiro de 2018) ao Canadá de ônibus, até descobrirmos que se você chegar pelo Canadá de carro, ônibus, trem ou qualquer outro transporte que não seja o aéreo, você NÃO terá direito ao eTA. Desistimos desse plano e optamos por ir de um país ao outro de avião. Até porque o visto canadense tradicional é um tanto quanto trabalhoso de fazer e custoso (sairia aproximadamente R$400, enquanto o eTA custa por volta de R$20). Nós, apesar de nunca termos tido visto canadense antes, pelo menos tínhamos o americano, o que já facilitou muito nossas vidas (já vamos explicar o porquê).

Só pode solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) quem:

  1.  Tirou o visto canadense nos últimos 10 anos (seja para turismo, estudos ou trabalho), mesmo que já tenha expirado sua validade OU Possui um visto válido para entrar nos Estados Unidos.
  2.  Chega ao Canadá de avião. Para outros meios (terrestre ou marítimo), você precisará fazer o visto tradicional.

A validade do eTA Canadá é de cinco anos ou até o passaporte expirar. Nisso ele difere do visto americano, o qual continua valendo mesmo que o passaporte vença, desde que o visto ainda esteja válido. Já o canadense é dependente da validade do passaporte. Portanto, caso seu passaporte vá vencer e você for visitar o Canadá, lembre-se de (re)fazer o eTA com o novo passaporte.

A permanência no país com esse requerimento deve ser de até seis meses, ficando a critério do funcionário da imigração que te atender. Para permanências mais longas, o visto tradicional deverá ser solicitado.

O custo da emissão do eTA é de CAD7 (dólares canadenses), isto é, cerca de R$20.

Passo a Passo:

1- Entre nesse link

2- Clique em “Apply online for an eTA”, selecione o idioma “Português-Brasil”e clique em “Solicitar uma AVE”

3- Preencha uma série de perguntas, entre elas o documento que for utilizar no país (no caso de meros mortais, passaporte comum), se está viajando ao Canadá de avião e os dados do seu visto americano de não-imigrante (lembrando que ele ainda deve ser válido, ou seja, não ter expirado) .

 4- Mais questões virão, perguntando número de passaporte, profissão, saúde pessoal, endereço… Nada muito complexo

5- Hora de fazer o pagamento. Clique em “Transmitir e Pagar”. Coloque sua forma de pagamento e os dados necessários para tal. Depois clique em “Processar transação”.

As formas de pagamento são:

  • Cartão de crédito Visa®, MasterCard® ou American Express®
  • Cartão pré-pago Visa®, MasterCard® ou American Express®;
  • Cartão de débito Visa;
  • Cartão JCB; ou
  • Interac

6- Confirmação do pagamento

7- Se você for aprovado, em alguns minutos receberá um e-mail com o número do eTA. Não descarte a mensagem. Pode precisar dela depois. Entretanto, não é preciso imprimir a mensagem. Como é tudo eletrônico, o pessoal da imigração terá acesso ao eTA através do seu passaporte.

Sucesso! Seu eTA foi realizado! Agora só planejar a viagem e esperar!

Esse post te ajudou? Tem alguma dúvida? Então escreva nos comentários abaixo 😉

Ah, eu já ia esquecendo… Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais

Facebook: www.facebook.com/filosofiadeviajante 

Instagram: www.instagram.com/blogfilosofiadeviajante

Pinterest: br.pinterest.com/fdeviajante/pins (temos uma galeria de fotos super especial esperando por você)

Perguntas frequentes (FAQ) sobre o eTA

O que? Autorização Eletrônica de Viagem (eTA), uma nova modalidade de visto de viagem menos burocrática e mais simples. Desde 1º de maio de 2017 alguns brasileiros podem solicitá-lo para viagens ao Canadá.

Quem pode solicitar? 

  1. Quem tirou o visto canadense nos últimos 10 anos (seja para turismo, estudos ou trabalho), mesmo que já tenha expirado sua validade OU Quem possui um visto válido para entrar nos Estados Unidos.
  2.  Quem chega ao Canadá de avião. Para outros meios (terrestre ou marítimo), você precisará fazer o visto tradicional.

Quanto custa? CAD7 (7 dólares canadenses), mais ou menos R$20.

Quais são as formas de pagamento?

  • Cartão de crédito Visa®, MasterCard® ou American Express®
  • Cartão pré-pago Visa®, MasterCard® ou American Express®;
  • Cartão de débito Visa;
  • Cartão JCB; ou
  • Interac

Quanto tempo vale? 5 anos ou até o passaporte expirar.

Com o eTA, quanto tempo posso ficar no Canadá? Até 6 meses. Isso fica a critério do profissional da imigração canadense.

Como posso fazer um eTA? Basta entrar nesse link e seguir o passo-a-passo (te ajudamos logo acima).

Por que fazer o eTA e não o visto tradicional? O eTA é muito, mas muito mais simples para se fazer do que o visto tradicional. Além disso, ele custa em torno de R$20, enquanto o tradicional sai por cerca de R$400. A não ser que você queira insistentemente chegar ao Canadá de carro, ônibus, trem ou barco, faça o eTA e economize dinheiro e dor de cabeça!

 

 

 

Gostou? Quer nos contar sua experiência de viagem? Deixe um comentário!